julho 24, 2024
24/07/2024

Tragédia em Nova Iguaçu: pré-candidata a vereadora e filho são encontrados mortos a tiros

Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter

A pré-candidata a vereadora Juliana Lira de Souza Silva, 44 anos, e seu filho, Alexander de Souza Gomes, 27, foram encontrados sem vida após serem alvejados por tiros neste sábado (15/06). O crime chocou moradores do bairro São Benedito, em Nova Iguaçu, e está sob investigação da Delegacia de Homicídios de Belford Roxo.

Segundo informações da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), equipes do 20º BPM foram acionadas para atender a ocorrência na Rua Alexandrina. Ao chegarem ao local, os policiais encontraram os corpos das vítimas no chão, ambos com ferimentos causados por disparos de arma de fogo. A área foi isolada para preservação da cena do crime até a chegada dos peritos.

“Até o momento, não há informações sobre a motivação do crime ou se há suspeitos identificados”, declarou um porta-voz da PMERJ.

Juliana Lira de Souza Silva, conhecida como Nega Juh, não havia definido publicamente o partido pelo qual concorreria nas próximas eleições municipais. O assassinato brutal interrompeu precocemente a trajetória política da ativista, que era reconhecida por sua dedicação à comunidade local.

O Secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Rio de Janeiro, Dr. Deodalto (PL-RJ), manifestou profundo pesar pela perda de Juliana e Alexander. Em sua homenagem nas redes sociais, ele destacou a amizade com Juliana e descreveu-a como uma “guerreira incansável”.

“Agradeço por tudo que fizeram por mim e por tantos outros. Que a memória e o legado de vocês permaneçam vivos em nossos corações. Descansem em paz, queridos amigos”, escreveu Dr. Deodalto em uma postagem emocionada no Instagram.

O caso segue sob investigação das autoridades competentes para esclarecer os detalhes e encontrar os responsáveis por mais essa tragédia que abala a cidade de Nova Iguaçu.

Vinkmag ad
Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter