julho 19, 2024
19/07/2024

Vila Lage, São Gonçalo, projeto mobilidade a todo vapor

Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter
Vila Lage, São Gonçalo, projeto mobilidade a todo vapor

Como projeto Mobilidade Urbana Verde Integrada (MUVI) está em pleno e no Vila Lage, São Gonçalo. Nesta sexta-feira (19), a Secretaria de Transportes da Prefeitura promoveu alterações no trânsito para a facilitar a atraal de pavimentação da pavimentação a um novo, conclusão a da drenagem da cidade de Neves e Porto Velho.

O MUVI, fruto da colaboração entre o governo do Estado e a Prefeitura, é coordenado pela Secretaria das Cidades e idealizado pela Secretaria Municipal de Gestão Integrada e Projetos Especiais (Semgipe). O projeto visa não apenas a criação de um corredor viário, mas também intervenções urbanísticas e a instalação de uma ciclovia, conectando Neves a Guaxindiba.

As mudanças no trânsito afetam diretamente a Rua Doutor Alberto Torres e a Rua Lúcio Tomé Feteira. Motoristas que desejam acessar a Rua Lúcio Tomé Feteira a partir da Rua Doutor Alberto Torres devem utilizar um retorno próximo ao antigo DCO, seguindo até a Avenida Canal e virando à esquerda. Já para quem segue pela Rua Lúcio Tomé Feteira e deseja ir em direção ao Centro, o acesso é pela Avenida Canal, virando à direita na Rua Alberto Torres.

Além disso, quem pretende ir para Neves saindo da Rua Lúcio Tomé Feteira deve acessar a Avenida Canal, virar à direita na Rua Doutor Alberto Torres e utilizar o retorno em frente ao Assaí. A presença dos Guardas Municipais tem sido crucial para orientar os motoristas durante as intervenções.

O progresso do MUVI já é perceptível e tem despertado a atenção até mesmo daqueles que não estavam cientes do projeto. Messias de Lima, morador do Vila Lage há 60 anos, comenta sobre as melhorias e sua relevância para a comunidade:

“Eu não conhecia o projeto, mas vendo aqui, na prática, eu fico feliz. Nunca vi nada do tipo em São Gonçalo e agora ver de fato as pessoas colocando a mão na massa é ótimo. Essa obra ajudou até na questão do alagamento aqui no bairro. A casa da minha sogra, por exemplo, ficava muito alagada, com água chegando a mais de um metro. A gente tinha sempre que colocar os móveis no alto quando chovia. Agora, com essas últimas chuvas, isso não aconteceu mais e aqui não tem alagado. É uma coisa muito boa! O pessoal de São Gonçalo merece essas melhorias.”

Vinkmag ad
Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter