julho 16, 2024
16/07/2024

Fluminense X LDU: John Arias brilha, e ‘Fantasma’ é afugentado na conquista da Recopa

Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter
Em uma virada espetacular, o Fluminense deixou para trás os fantasmas do passado e conquistou a Recopa Sul-Americana diante da LDU. Após uma derrota por 1 a 0 no jogo de ida, o tricolor carioca reverteu a situação com uma vitória por 2 a 0 no Maracanã, na noite de quinta-feira. John Arias, o herói da noite, marcou os dois gols que garantiram o título no tempo normal. O jogo começou sob o domínio do Fluminense, que buscou a iniciativa, controlando a posse de bola e pressionando no ataque. Apesar das tentativas aéreas, a defesa da LDU resistiu, fazendo cera e cometendo muitas faltas. Contudo, no segundo tempo, as substituições de Fernando Diniz, incluindo John Kennedy, Renato Augusto, Douglas Costa, e Marcelo, mudaram o rumo da partida. Arias, o destaque tricolor, abriu o placar aos 30 minutos com uma assistência precisa de Samuel. Mesmo com a expulsão de John Kennedy, o Fluminense continuou pressionando. Aos 41 minutos, Renato Augusto sofreu pênalti, convertido magistralmente por Arias. O árbitro deu 6 minutos de acréscimos, mas a sólida defesa do time de Diniz suportou bem, enquanto a LDU pouco ameaçou. Com a vitória, o Fluminense não apenas conquistou a Recopa Sul-Americana, mas também dissipou o 'fantasma' que pairava desde 2008. Naquela época, a LDU, no mesmo Maracanã, levou os principais títulos continentais - a Libertadores e a Copa Sul-Americana - deixando agora o tricolor carioca com a redenção merecida. O Fluminense, comandado por Fernando Diniz, escreveu um novo capítulo glorioso em sua história no cenário sul-americano.

Em uma noite de emoções no Maracanã, o Fluminense fez história ao vencer a LDU por 2 a 0 e erguer a Recopa Sul-Americana. O destaque da partida foi John Arias, que, com dois gols, se tornou o herói da conquista. O triunfo, que ocorreu no tempo normal, foi a resposta do Fluminense à derrota por 1 a 0 no jogo de ida.

Desde o início, o Flu buscou a vitória, controlando a posse de bola e pressionando a LDU, que adotou táticas defensivas e recorreu à cera e faltas. As substituições estratégicas de Fernando Diniz no segundo tempo alteraram o rumo do jogo, e Arias brilhou ao abrir o placar aos 30 minutos.

Mesmo com a expulsão de John Kennedy, o Fluminense não se intimidou. Aos 41 minutos, Renato Augusto sofreu pênalti, convertido com maestria por Arias, garantindo o título. O árbitro deu 6 minutos de acréscimos, mas o Flu suportou bem a pressão da LDU, confirmando a conquista. A vitória não apenas trouxe a Recopa ao Rio de Janeiro, mas também apagou as lembranças amargas de 2008, afastando de vez o ‘fantasma’ que rondava o Maracanã em confrontos decisivos contra a LDU.

Vinkmag ad
Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter