julho 24, 2024
24/07/2024

Homem que jogou cachorro no lixo é identificado e indiciado por maus-tratos

Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter
Foto retirada de um vídeo mostra o homem jogando o animal na caçamba dentro de um saco de lixo
A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) identificou o homem flagrado abandonando um cachorro dentro de caçamba de lixo, em Todos os Santos, na zona norte do Rio, mês passado. A investigação que resultou no indiciamento de Wanderberg Lopes Pereira ocorreu após pedido da Comissão de Defesa e Proteção dos Animais da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), presidida pelo deputado estadual Léo Vieira (Republicanos).
O cão, da raça pitbull, estava amarrado com cabos e foi jogado na caçamba de lixo dentro de um saco plástico.
“O criminoso assumiu o fato e foi indiciado. Parabenizo o delegado Wellington Pereira e toda equipe da DPMA. Agradeço também aos veterinários, todos os esforços possíveis foram feitos, mas, infelizmente, o cãozinho não resistiu. Vamos continuar nossa batalha para que não aconteça covardia com animais”, afirmou o deputado estadual Léo Vieira, que revelou o desfecho do caso em vídeo postado em rede social.
A pena para crimes contra cães e gatos, de acordo com a Lei Sansão (14.064/2020), é de prisão de dois a cinco anos, mais proibição da guarda e multa (sem especificar o valor). As multas já estão entre as sanções previstas pela Lei dos Crimes Ambientais e variam de, no mínimo, R$ 50 a, no máximo, R$ 50 milhões.
Vinkmag ad
Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter