julho 24, 2024
24/07/2024

Iniciativas de amparo à população desabrigada em Niterói

Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter
acolhimento a pessoas em situação de rua

Desde outubro, a Prefeitura de Niterói tem intensificado seus esforços para acolher as pessoas em situação de rua na cidade. Nos últimos 15 dias, foram realizadas mais de 100 abordagens, indicando um aumento de 27,6% no número dessas pessoas nas ruas da cidade nos últimos dois anos, de acordo com um relatório da Secretaria Municipal de Saúde e da Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária.

Um dos principais achados do relatório é que o desemprego é o fator predominante para a permanência na rua, seguido por problemas familiares, alcoolismo e drogas. Para lidar com essa realidade, a Assistência Social está oferecendo cursos de barbearia aos acolhidos, com o objetivo de facilitar sua reintegração ao mercado de trabalho.

O perfil identificado em Niterói é semelhante ao observado em pesquisas nacionais, com a maioria dos indivíduos sendo do sexo masculino e adultos entre 18 e 59 anos. Além disso, a maioria dessas pessoas é composta por autodeclaradas pretas ou pardas, o que aponta para uma persistente desigualdade racial.

As ações da Prefeitura incluem não apenas o acolhimento imediato, mas também a sensibilização da população em situação de vulnerabilidade social, oferecendo assistência médica, apoio psicossocial e encaminhamento para cursos e oportunidades de emprego.

A cidade conta com uma rede de atendimento que inclui Centros de Referência Especializados para População em Situação de Rua, Centros de Referência da Assistência Social, Centros de Referência Especializado de Assistência Social e unidades de acolhimento. Além disso, são oferecidos cursos profissionalizantes, como o curso de barbearia, visando capacitar os acolhidos e promover sua autonomia financeira.

Essas iniciativas demonstram o compromisso da Prefeitura de Niterói em enfrentar o problema da população em situação de rua, buscando proporcionar condições dignas e oportunidades para que essas pessoas possam reconstruir suas vidas.

Vinkmag ad
Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter