julho 24, 2024
24/07/2024

Operação Salus da PF: Desvio milionário na saúde choca Niterói e Maricá

Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter
Operação Salus da PF: Desvio milionário na saúde choca Niterói e Maricá

A Polícia Federal agitou a região nesta quinta-feira com a Operação Salus, revelando um esquema milionário de desvio de recursos destinados à saúde em Niterói, Maricá e Rio de Janeiro. Com 14 mandados de busca e apreensão, a ação, autorizada pela 2ª Vara Federal de Niterói, expôs um prejuízo estimado em mais de R$ 70 milhões.

Além dos mandados, a Justiça determinou o afastamento de servidores públicos, entre eles a secretária municipal de Saúde de Maricá, Solange Regina de Oliveira. A lista de afastados inclui ainda Simone da Costa Silva Massa, diretora do Hospital Municipal Che Guevara.

O início das investigações se deu a partir de um relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RJ), apontando irregularidades em um contrato de gestão com o Instituto Gnosis. O contrato, inicialmente de R$ 240 milhões, teve aditivos que elevaram para mais de R$ 600 milhões, causando um prejuízo estimado de R$ 71 milhões aos cofres públicos.

As investigações apontam para a falta de transparência durante a execução do contrato e sugerem a atuação de uma organização criminosa envolvendo servidores públicos, empresários e operadores financeiros. Os crimes investigados incluem organização criminosa, peculato, desvio e lavagem de dinheiro. O escândalo na saúde deixa a população perplexa e exige respostas rápidas e eficazes das autoridades.

Vinkmag ad
Telegram
Facebook
WhatsApp
Twitter